Aguarela de Grafite
Viarco
Viarco - Fábrica Portuguesa de Lápis
A Única Fábrica Portuguesa de Lápis

A Aguarela de Grafite Artgraf, um produto da empresa e marca portuguesa Viarco, com uma imagem singularmente romântica, permite obter todas as escalas de grafite a partir deste mesmo produto. Desde os tons clarinhos, transparentes, até uma escala muito mais escura, o preto.

A aguarela de grafite foi um desafio lançado à Viarco ainda na década de 90. Anos mais tarde, por sugestão do artista José Emí­dio, o projecto foi reactivado. Com uma excelente aceitação no mercado, hoje a Aguarela de Grafite Artgraf é um produto português inovador que veio revolucionar a relação do artista com a grafite. Recorrendo a um pincel e água, este produto revolucionário pode ser aplicado em diferentes superfí­cies, apresenta uma rápida secagem, mas com grande capacidade de correcção. Comercializada em duas versões - de bolso (20gr) e de ateliê (60gr) - a Aguarela de Grafite vem abrir as portas para novas formas de expressão plástica.

«É uma latinha de grafite, que se pinta a pincel, ou seja, consegue-se fazer aquilo que se faz com um lápis mas a pincel. Permitindo, desde os tons muito pretos até às transparências, é mesmo muití­ssimo bom.»

«Nas aguarelas grafite, podemos aguarelar e alterar, corrigir.»

(José Vieira - Administrador)

Onde comprar?

Pode encontrar a aguarela de grafite à venda no espaço A Vida Portuguesa, que foi considerado um local a não perder em Lisboa, pelo Lisboa Cool.

Aguarelável

20 ou 60 gramas

Saco em pano de protecção para um desenho limpo

A Viarco - Fábrica Portuguesa de Lápis, foi no iní­cio do século XX uma empresa pioneira na criação de artigos de escrita, deixando um testemunho de grande valor para a história da indústria portuguesa. Hoje, a Viarco desenvolve produtos únicos no mundo. Uma marca histórica que nos mostra como se faz história... todos os dias!

Mais de 100 anos de História

«Queremos usar o passado para promover o futuro.» (José Vieira - Administrador)

A Viarco, também conhecida por Portugália, teve a sua proveniência na cidade de Vila do Conde, decorria o ano de 1907. Após os primeiros anos de sucesso, a empresa portuguesa viveu momentos difí­ceis causados pela entrada de Portugal na 1ª Guerra Mundial e particularmente pela depressão económica de 1929/1931. No ano de 1931, Manoel Vieira Araújo, reconhecido homem de negócios do ramo da chapelaria e figura proeminente em São João da Madeira, adquire a fábrica portuguesa de lápis.

Em 1936, Vieira Araújo & Cª, Lda, regista a marca Viarco, nome que viria a ser associados aos lápis mais famosos da época e que permanece bem presente na memória colectiva portuguesa. A empresa portuguesa permanece em funcionamento em Vila do Conde até 1941, altura em que se transfere para as instalações de São João da Madeira, onde se mantém até aos nossos dias. O local onde a empresa se encontra instalada, vê crescer em seu redor empresas de diferentes ramos. Chegaram mesmo a coexistir cinco empresas de áreas distintas dentro do mesmo perí­metro: chapéus, lápis, plásticos, sapatos e camisas.

Seguiram-se anos marcados por consecutivos desenvolvimentos tecnológicos, que levaram ao iní­cio da criação de lápis de cera e de uma vasta gama de lápis técnicos utilizados em diferentes ofí­cios. Na década de 70 a fábrica de lápis torna-se independente e passa a designar-se Viarco - Indústria de Lápis, Lda. Neste momento a Viarco - Indústria de Lápis dedica-se a quatro segmentos de mercado distintos: Office Escolar, Profissional, Publicidade e ao sector Artí­stico, que se encontra em franco desenvolvimento.

Projectos que a Viarco pretende abraçar

A Viarco tem projectada a recuperação integral do edifí­cio que alberga um singular espólio de arqueologia industrial, pretendendo adaptá-lo para receber as muitas visitas que lhe são solicitadas, e assim contribuir de uma forma activa para o desenvolvimento do turismo industrial em Portugal. Outro dos projectos em mente é a construção do Museu do Lápis, este projecto tem que tem como objectivo a preservação e divulgação do espólio e a história da empresa centenária.

«O Museu do Lápis será uma forma de organizar e mostrar o espólio que existe, convém preservá-lo, a iniciativa está relacionada com a preservação da própria história.» (José Vieira - Administrador)

Atenta aos novos talentos artí­sticos, a Viarco pretende agora desenvolver diversos ateliers para jovens artistas em iní­cio de carreira. A prática e o estabelecimento de parcerias com instituições ligadas à educação, cultura e solidariedade que criem dinâmicas de benefí­cio social e permitam o desenvolvimento de relações e mecanismos que valorizem a comunidade onde a empresa está inserida e os seus intervenientes, é outra das prioridades da empresa. Por outro lado, a Viarco pretende criar e produzir artigos de escrita com padrões de elevada qualidade, que estimulem os valores de identidade nacional.

«É muito importante que produtos únicos no mundo, que estão a ter uma aceitação fantástica, tenham bem visí­vel a indicação «made in Portugal», é muito importante que se saiba a origem, e que se associe à Viarco.» (José Vieira - Administrador)

A Viarco, a única fábrica de lápis em Portugal e uma das mais inovadoras do mundo!

Ficha Técnica

Nome da empresa: VIARCO - Indústria de Lápis, Lda.
Morada: Apartado 454, 3701-914 S. João da Madeira
Telefone: 256 830 880
Nomes dos Proprietários: José Vieira
Número de funcionários: 21
Ano de Fundação da Empresa: 1907
Site: www.viarco.pt